Como ser seu próprio patrão fazendo artesanato


Como ser seu próprio patrão fazendo artesanato

Vivemos uma época sombria para os trabalhadores. Com tanta incerteza no cenário político e o desemprego aumentando consideravelmente, tem muita gente arregaçando as mangas e aprendendo algo novo, ou até mesmo transformando em renda principal aquilo que outrora apenas complementava o orçamento. Saiba aqui como ser seu próprio patrão fazendo artesanato.

Mesmo com a onda de empreendedorismo crescendo, quem decide trabalhar por conta própria ainda esbarra em muitas dificuldades. Fazer tudo de forma regular infelizmente é caro e demorado no Brasil, e esses custos somados à matéria-prima, além de não trazer lucro no início, podem inclusive fazer com que a empresa arranque no vermelho. O medo dessa situação, mas o desencorajamento sofrido por muitos, faz com as pessoas acabem desistindo facilmente da vida sem patrão, preferindo a estabilidade de um emprego.

Mas, o que, queremos questionar aqui é: que estabilidade é essa? 

A maioria de nós cresceu vendo nossos pais permanecerem trabalhando na mesma firma durante anos, e ouvindo-os dizer que o caminho certo para a segurança nossa e de nossa família é um emprego estável. Aprendemos já na escola a montar nosso currículo, a trabalhar para outras pessoas, em um modelo de educação bem diferente dos Estados Unidos, onde se aprende Economia e Gestão desde o ensino ginasial.

O que nossos pais e muitos da geração passada muitas vezes parecem não perceber é que o modelo de “emprego estável” já não existe. Além de as empresas hoje em dia dificilmente manterem o mesmo funcionário durante anos, mesmo as que tem plano de carreira e fazem isso exigem que o funcionário em ascensão se qualifique de várias maneiras, dedique-se ao emprego de forma a não sobrar tempo para quase mais nada, e pagam salários que não chegam nem a um quinto do que o lucro real que a empresa tira, mesmo para os cargos mais altos.

Isso para você passar muitas vezes os finais de semana dando expediente, perdendo o crescimento dos seus filhos e preciosos momentos com seus pais, que estão envelhecendo. Ganhando um salário que não vale a pena, e correndo o risco de levar um belo pé no traseiro, quando a empresa decidir que o dispensado do mês será você.

Você não precisa viver sua vida desse jeito. Você merece o melhor. Você merece tentar fazer as coisas do seu jeito, crescer, não ficar contando as moedas para saber se dará para pagar as contas, apesar de dar um duro danado todos os dias. Você pode sim ter seu próprio empreendimento, seja ele qual for.

O início é fácil? De jeito nenhum! Você vai sim perder dinheiro, vai sim ficar com contas atrasadas, vai sim ter que apertar o cinto para conseguir fazer supermercado. Você vai desanimar muitas e muitas vezes, vai querer jogar tudo para o alto, vai achar que não serve mesmo para isso e querer voltar a entregar currículos de porta em porta. Mas então você perceberá que, se fizer isso, as chances de conquistar sua independência financeira, de ter algo mais na vida, serão reduzidas quase a zero.

E, se você não tentar fazer diferente, não tem como saber se pode dar certo. 

Você tem alguma habilidade, seja ela artesanato, costura, salão de beleza, ou simplesmente vender produtos? Invista nela. Estude. Não estamos dizendo para você pedir demissão amanhã mesmo e se jogar de cabeça (até porque isso não é prudente no início), mas permita-se ter suas próprias metas, permita-se batalhar para que uma vida melhor não seja apenas mais um sonho de alguém que joga na loteria todos os meses, sem retorno algum.

Sucesso não é sorte. Sucesso é trabalho duro e muitos tombos, antes de ter um resultado satisfatório. Mas, por mais difícil que seja a caminhada, o destino a faz valer a pena.

BANNER CROCHE PASSO A PASSO - Como ser seu próprio patrão fazendo artesanato

Descubra Formas de Ganhar Dinheiro com Artesanato (ACESSE AQUI)


Post Author: Artesanato Vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *